Relatório Anual e
de Sustentabilidade

G4-18 G4-19 G4-20 G4-21 G4-24 G4-25 G4-26 G4-27 G4-37 G4-48

Processo de Materialidade

O processo para definição dos temas materiais seguiu a metodologia recomendada na versão 4 da GRI, que compreende etapas de Identificação, Priorização, Validação e Análise, além da inclusão dos stakeholders-chave e o contexto da sustentabilidade para o negócio.

Com base em estudos do setor de energia, benchmarking e documentos internos da Chesf, foram identificados 20 temas considerados essenciais ao negócio. A partir disso, foi aplicado um questionário a um grupo formado por lideranças internas e outro grupo com os principais stakeholders da Companhia: empregados, clientes, fornecedores, governo, órgãos reguladores, sociedade, acionistas, imprensa, parceiros e analistas de mercado. Além disso, a empresa realizou um evento presencial com representantes multiáreas e das regionais com o objetivo de envolver profissionais que não participam frequentemente das discussões sobre o tema sustentabilidade, o que possibilitou novas visões sobre como a Chesf insere as boas práticas no dia a dia das operações. O resultado da priorização sinalizou seis temas como muito importantes, oito temas como importantes e seis temas como potenciais.

Com esse resultado foi possível criar uma Matriz de Materialidade para correlacionar o grau de importância de determinados temas para a Chesf e seus stakeholders, avaliando impactos (positivos e negativos) para ambos. Os temas materiais, aprovados pela Diretoria Executiva, tiveram a sua correlação com os principais indicadores de sustentabilidade e desempenho da organização e estão sinalizados ao longo do relatório, nos Anexos e no Índice Remissivo.

 

Temas materiais 2016

 Ranking  Tema Relevância
1 Temas de conformidade  Muito importante 
2 Desempenho operacional (fornecimento) Muito importante
3 Funcionários e Emprego Muito importante
4 Gestão de risco e crise Muito importante
5 Água Muito importante
6 Corrupção, Gestão e ética Muito importante
7 Biodiversidade Importante
8 Matriz energética Importante
9 Eficiência energética Importante
10 Volume de ativos Importante

 

 Ranking  Tema Relevância
11 Satisfação Importante
12 Comunidades Importante
13 Mudanças climáticas Importante
14 Saúde e segurança Importante
15 Inovação, diversificação e P&D  Potencialmente material 
16 Sociedade de propósito específico Potencialmente material
17 Gestão de fornecedores Potencialmente material
18 Participação em comitês e estudos integrados Potencialmente material
19 Resíduos Potencialmente material
20 Direitos humanos Potencialmente material

Saiba quem são os stakeholders da Chesf

Audiência Pública em PA

Audiência Pública em PA

 

Todas as partes afetadas de forma direta e indireta pelos resultados e ações da Chesf são consideradas como stakeholders. O mapeamento dessas partes é norteado pela Política de Comunicação e Engajamento com Públicos de Interesse das Empresas Eletrobras, as diretrizes do Plano Estratégico e de acordo com a avaliação dos assuntos essenciais que devem ser tratados pela empresa a cada período.


Práticas de engajamento

A Chesf define um conjunto de práticas ao longo do ano para engajar-se com seus stakeholders. Muitas delas são comuns a todos e envolvem reuniões, visitas, contatos telefônicos, e-mails e informativos de comunicação. Entre as ações mais específicas estão audiências públicas e campanhas realizadas com governo, sociedade, ações de qualidade de vida com empregados e familiares, patrocínio de projetos sociais, contato pela central de atendimento a fornecedores e pesquisas de satisfação com clientes. Por meio dessas práticas de engajamento e dos canais de comunicação, é possível identificar as percepções, sugestões e preocupações dos grupos, dando respostas e adotando tratativas adequadas para cada situação. Exemplo disso foram as sugestões de universidades, instituições de pesquisas e empregados sobre quais temas a Companhia deve estar atenta, tais como: previsão de radiação solar com a geração de energia, estudos de tecnologia e aplicação nacional para o armazenamento de energia, geração de energia a partir de ondas e fluxo da maré, entre outros.

Programa Educação Solidária

Programa Educação Solidária