Relatório Anual e
de Sustentabilidade

G4-10 G4-DMA-EUSD-LA-EU14 G4-DMA-EUSD-LA-EU16 G4-EC3 G4-EU15 G4-LA1 G4-LA10 G4-LA6 G4-LA7 G4-LA9

Públicos de Relacionamento

O momento é de revisão dos padrões e processos para criar perenidade ao negócio. E o trabalho começa das portas para dentro.

Pacto Global e ODS

.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

 

Público interno

Neste ano, a Chesf iniciou a reestruturação do seu modelo de gestão. A Superintendência de Recursos Humanos (SRH) realizou um dimensionamento quantitativo e qualitativo do quadro pessoal com a revisão dos processos e as competências necessárias para a execução das atividades de acordo com a nova realidade da Companhia. Uma das ações foi o início do Plano de Incentivo ao Desligamento Voluntário (PIDV) que irá perdurar durante o ano de 2017.

Para facilitar a comunicação das mudanças, bem como garantir a transparência das decisões tomadas, a Chesf reforçou seus canais de comunicação. Foi criado o “Fale com a DA”, canal direto com a Diretoria Administrativa para as tratativas de sugestões, críticas e elogios que chegam até a alta direção.

Na última Pesquisa de Clima, realizada em 2015, o Índice de Favorabilidade apontou para 71,48%, um aumento com relação à pesquisa de 2013, que registrou 67,59%. O resultado é fruto da implantação do Plano Corporativo de Melhoria do Clima Organizacional (PCMCO), que envolveu discussões com as áreas responsáveis pelos fatores e a criação de planos de ação para as tratativas adequadas. A próxima pesquisa será em 2017 para avaliar também o ano 2016.

Recepção novos empregados

 

Perfil dos empregados

A Chesf encerrou o ano com 4.547 empregados, sendo 923 mulheres e 3.624 homens. Em 2016, a taxa de turnover atingiu 0,59%, resultado do desligamento de 23 profissionais e da admissão de mais 31, sendo 23 por meio de concurso público e oito por determinação judicial.

Ressalta-se que o limite máximo para o quadro de pessoal próprio da Chesf é fixado pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão por meio da Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais.

 

Taxa de rotatividade (%)

Total  0,36  0,59
 Por gênero   2015   2016 
Homens  0,35  0,54
Mulheres  0,01  0,05

Novas contratações

Total 5 31
 Por gênero   2015   2016 
Homens 5 28
Mulheres 0 3

 

Preparação para aposentadoria

A Chesf é patrocinadora da Fachesf (Fundação Chesf de Assistência e Seguridade Social) que oferece plano de previdência complementar aos empregados. Atualmente as opções de planos são as seguintes: Contribuição Definida (Plano CD) e Benefício Saldado (Plano BS). O Plano CD, estruturado na modalidade contribuição variável é o único aberto a novas adesões, fechando 2016 com 4.885 ativos e 1.861 aposentados e pensionistas.

A Chesf incentiva seus empregados a planejar a aposentadoria considerando aspectos econômicos, sociais e de saúde. Por meio do Programa de Preparação para Aposentadoria (PPA), são apresentadas alternativas relativas ao empreendedorismo e trabalho voluntário. Além disso, em 2016, foi realizada a I Semana Fachesf de Saúde e Previdência, em parceria com a Superintendência de Recursos Humanos. A programação incluiu palestras sobre educação financeira e previdenciária, além de orientações sobre projetos de vida após a aposentadoria.

 Próximos 5 anos   Entre 6 e 10 anos 
Cargos com exigência de nível universitário 503 (10,8%) 187 (3,9%)
Cargos sem exigência de nível universitário 2.114 (45,1%) 246 (5,2%)
Cargo gerencial 188 (4%) 62(1,3%)
Legenda: Considera os empregados que podem se aposentar somente pela Fachesf, independente de já estarem aposentados pelo INSS. Considerado o quadro de pessoal de 31/12/2016. Elegibilidade 5 anos: até 31/12/2021; elegibilidade 10 anos: de 01/01/2022 até 31/12/2026.
World Heart Day Action

Ação Dia Mundial do Coração

 

Saúde e segurança do trabalho

O foco na segurança do empregado continua sendo uma das premissas da Chesf que, ao longo do ano, promoveu uma série de ações para minimizar os riscos em suas dependências. A Companhia possui uma Política de Segurança e Saúde no Trabalho e outros normativos internos que visam garantir um ambiente seguro para seus empregados e atender as Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Periodicamente são realizadas avaliações de perigos e riscos das atividades, as quais consideram como principais riscos o choque elétrico e os efeitos térmicos dos arcos elétricos por sua exposição a mais de 50% dos empregados. Outros riscos referem-se a ruído nas operações de geração, riscos químicos nos laboratórios e nas gráficas, e, ainda, os riscos biológicos nos ambulatórios e no hospital de Paulo Afonso.

Para proteger seus trabalhadores, a Chesf adota uma série de procedimentos além dos que estão previstos na legislação, tais como: o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA) e o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO), com exames médicos ocupacionais além do que está previsto na NR 07.

No dia a dia, os empregados utilizam os Equipamentos de Proteção Coletiva (EPC) e Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para executar determinadas atividades. Embora a Companhia não forneça equipamentos de proteção para contratados e subcontratados, o uso é exigência no Plano de Segurança e Saúde Ocupacional e inspecionado nas auditorias de segurança. Além disso, a Companhia acompanha, sistematicamente, os indicadores de segurança relativos à Taxa de Frequência e Gravidade de Acidentes e indicadores proativos, concebidos a partir do Sistema de Registro e Controle de Incidentes e Não Conformidades.

Saúde e Segurança  2014   2015   2016 
Empregados próprios
Taxa de frequência de acidentes de trabalho (TFAT) 2,23 3,00 2,33
Tava de gravidade de acidentes de trabalho (TGAT) 64,00 37,00 169,00
Número de óbitos (empregados) 0 0 0
Terceiros/contratados
Taxa de frequência de acidentes de trabalho (TFAT) ND ND ND
Taxa de gravidade de acidentes de trabalho (TGAT) ND ND ND
Número de Óbitos (empregados) 0 0 ND
Empregados próprios + terceiros/contratados
Taca de frequência de acidentes de trabalho (TFAT) 2,23 3,00 2,33
Taxa de gravidade de acidentes de trabalho (TGAT) 64,00 37,00 169,00
Taxa de absenteísmo por doença 1,35 1,49 1,60
Número de óbitos 0 0 0

 

2ª. Tarde literária

Importante ressaltar que a Chesf possui certificação do Sistema de Gestão de Segurança e Saúde no Trabalho (SGSST) em conformidade com os requisitos estabelecidos da Norma Occupational Health and Safety Assessment Services (OHSAS 18001:2007). A OHSAS tem contribuído com a gestão do sistema de prevenção de acidentes, fortalecendo a cultura interna de segurança e trazendo resultados na avaliação de riscos e mitigação de impactos nas operações. Exemplo disto ocorreu em 2016, quando houve um incêndio nas instalações do Centro de Tratamento de Óleo Isolante (CORE) da Chesf, localizado junto à Subestação do Bongi, em Recife. Com a atuação rápida do Corpo de Bombeiros, juntamente com a equipe da Chesf, foi possível isolar e conter o incêndio que não se alastrou para outras instalações e não houve registro de vítimas. A partir do incidente foram realizadas inspeções e auditorias para identificar as causas, o que desdobrou na revisão dos processos e da infraestrutura de segurança em todas as estações de óleo da Chesf.

 

Resultados do ano

Em 2016, a Chesf intensificou as iniciativas educacionais sobre Saúde e Segurança do Trabalho, somando 71 ações que envolveram 2.245 empregados. Alguns dos treinamentos técnicos tiveram foco em temas ligados aos negócios da Companhia como: Ensaios, Medição, Campos Elétricos e Magnéticos; ISO 9001:2008 / SGMS; Conceitos Básicos em Subestações e seus Principais Equipamentos; Introdução ao Serviço Auxiliar de Subestação; Substituição de Cadeias de Isoladores de 500kv com LT Energizada.

Também foi realizado mais um ciclo do programa corporativo Fique Alerta para Segurança Dez, com o objetivo de disseminar a cultura de saúde e segurança no trabalho. Com o lema “segurança é responsabilidade de todos”, foi realizado o II Desafio de Conhecimento em Segurança do Trabalho e Saúde Ocupacional da Chesf, com a participação de 525 empregados e entrega do Prêmio da I Certificação Destaque em Segurança e Saúde no Trabalho. Para melhoria da qualidade de vida dos empregados foram realizadas diversas campanhas sobre saúde, vacinação e atividades de bem-estar.

As iniciativas de prevenção resultaram na queda da Taxa de Frequência de Acidentes do Trabalho em 2016, que atingiu 2,33 (número abaixo do limite tolerável estabelecido pela Chesf em 3,18), o que significa 22% abaixo do número obtido em 2015.

Manutenção torre de transmissão

 

Desenvolvimento profissional

O investimento na profissionalização de seus empregados é uma das diretrizes da Chesf que contribui para o crescimento da Companhia. Por meio de programas de educação internos e externos, foram registradas 636 ações ao longo do ano, o que somou 187.724 horas e representou 81,15% do quadro. A média de horas de treinamento por empregado atingiu 41,39, superando a meta estipulada pela Companhia de 40 horas.

A partir de soluções criativas, tais como o uso de multimídia, parcerias institucionais e a atuação do empregado educador, os resultados acima são constantemente potencializados e, ainda, possibilitam otimizar recursos financeiros sem perder a qualidade das ações. Exemplo disso, foi o 1º Fórum do Conhecimento que ocorreu por videoconferência com o objetivo de reconhecer os esforços de empregados participantes de cursos de longa duração e do último Seminário Nacional de Produção e Transmissão de Energia Elétrica (SNPTEE). Foram apresentados 45 trabalhos em diferentes temas.

 

A melhoria contínua de processos e o aprimoramento profissional em números:

Destaque para o Plano de Educação Corporativa da Chesf, que oferece oportunidades educacionais programadas aos empregados que possam contribuir para o desenvolvimento de competências relacionadas às diretrizes empresariais da Companhia. Esse plano tem como objetivo desenvolver no empregado as capacidades técnicas e gerenciais necessárias para atuar frente aos desafios organizacionais. Na elaboração do Plano considera-se o Planejamento Estratégico como principal norteador, sendo que o valor total investido foi de R$ 1,4 milhão. O investimento médio por empregado foi de R$ 317,91.

 

Iniciativas de aprendizado contínuo

Programa Vivendo e Aprendendo

O programa Vivendo e Aprendendo, desenvolvido em parceria com o SESI, oferece cursos de ensino fundamental e ensino médio ministrados nas dependências da Companhia durante o horário de trabalho. Em 2016, 23 empregados tiveram a oportunidade de elevar sua escolaridade.

2ª Tarde Literária da Chesf

A segunda edição do projeto firmou parcerias para a realização de oficinas, recreação e palestras que, por meio da leitura e da manifestação cultural e artística, incentivou o autodesenvolvimento dos empregados. Ainda para contribuir com a formação de atitude crítica e a melhoria do clima organizacional na Chesf, foi lançada a Leitura em Canto, com espaços e estantes em diferentes locais dentro Companhia para incentivo à leitura e a doação e troca de livros.

 

7 Os reclamantes são candidatos de concursos públicos ou ex-empregados.
8 Esta Norma Regulamentadora – NR estabelece a obrigatoriedade de elaboração e implementação, por parte de todos os empregadores e instituições que admitam trabalhadores como empregados, do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO), com o objetivo de promoção e preservação da saúde do conjunto dos seus trabalhadores.