Relatório Anual e
de Sustentabilidade

G4-40 G4-43

Reestruturação Organizacional

A Diretoria Executiva da Chesf iniciou, no final de 2016, uma reestruturação organizacional com o objetivo de promover a racionalização de processos, redução de custos operacionais e a modernização da estrutura organizacional. A iniciativa envolve diversos aspectos relacionados à Organização da Companhia: processos, níveis hierárquicos, redistribuição de papéis e responsabilidades, funções gratificadas, custo operacional, centralização de funções, dentre outros.

Avaliada e debatida pelos Diretores, a proposta da nova estrutura organizacional foi aprovada pela Diretoria Executiva e pelo Conselho de Administração em maio de 2017. As ações, já em andamento e com base num plano de ação estabelecendo prazos e responsáveis, estão sendo implantadas por um Grupo de Trabalho composto por representantes de todas as Diretorias, sob a coordenação do Gabinete da Presidência.

Tal reestruturação foi motivada pelo fato de a Companhia manter a mesma estrutura há mais de 25 anos, além da necessidade de melhoria de desempenho, ganhos de produtividade e de eficiência operacional e a eliminação de desperdícios com consequente redução de custos. Ademais, o Setor Elétrico passou por mudanças significativas, com a criação de novos agentes, levando a uma necessidade de ajustes na forma de atuação da Chesf, inclusive no seu papel e suas responsabilidades.

A proposta da nova estrutura prevê as seguintes mudanças:

Os principais benefícios esperados com essa reestruturação são:

Para apoiar a reestruturação da empresa, a Superintendência de Recursos Humanos, em parceria com a Superintendência de Relações Institucionais, elaborou um plano de transição, com foco em ações de capacitação e comunicação. O plano é composto por três etapas:

1 Etapa: informar sobre o novo ciclo, por meio da divulgação da aprovação da nova estrutura, do novo organograma, pronunciamento do Diretor-Presidente, vídeos na TV Chesf com todos os Diretores, entre outras ações.

2 Etapa: informar, envolver e interagir, por meio de Diálogos Gerenciais e Diálogos com Equipes sobre a Nova Estrutura e Seminário sobre Mudança.

3 Etapa: interagir, engajar e capacitar, por meio do Workshop de Reestruturação de Processos e Equipes.

Também foram elaborados planos de ação específicos para o desenvolvimento de novas competências exigidas pela atuação dos empregados em novos processos.