Relatório Anual e
de Sustentabilidade

G4-1 G4-2

Mais Perspectivas para 2017

Um cenário de desaceleração econômica somado à instabilidade política e à crise do setor elétrico tornaram 2016 um ano difícil e de superação para Chesf. Superação porque a Companhia reagiu com medidas capazes de assegurar as operações com qualidade, mesmo em um ambiente de situações adversas e projeção porque se preparou e planejou os próximos passos com objetivo de voltar a ser uma empresa em crescimento.

Desde 2012, a Companhia tem enfrentado uma redução de receitas motivada por mudanças regulatórias no setor elétrico. Além disso, em 2016 lidou com um bloqueio judicial denominado “Fator K”, decorrente do processo judicial que tramita na 12ª Vara Cível da Comarca de Recife, de quase meio bilhão de reais que impactou ainda mais a disponibilidade de caixa.

Tal conjuntura motivou a Chesf a se readequar estruturalmente. A Governança da Companhia atuou para promover a racionalização de processos e a redução de custos operacionais; criou uma coordenadoria de conformidade, controles internos e gestão de riscos; implantou o programa “Eletrobras 5 dimensões” para aprimorar as práticas de integridade no ambiente de trabalho; entre outras ações que serão detalhadas ao longo desse relatório.

Ainda em 2016, a Companhia atualizou o seu Plano de Negócios e Gestão (PNG) e revisou o Mapa Estratégico, ambos para o período de cinco anos, 2017-2021, que redirecionou sua atuação com metas financeiras, operacionais e socioambientais estabelecidas. Essas novas metas nos desafiam a melhorar continuamente e contribuem para avançarmos com o crescimento responsável e sustentável no qual estamos envolvidos.

Assim, em meio a um período de superação, assumo em janeiro de 2017, motivado, a Presidência dessa Companhia. Em 2017, daremos continuidade ao planejamento iniciado no ano anterior e iremos focar no restabelecimento do fluxo de caixa, priorizando empreendimentos com processos licitatórios já homologados para geração de receitas, venda de ativos e redução de despesas.

Em paralelo, com a integração da área de Sustentabilidade à área de Planejamento e Inovação, iremos fortalecer as questões ligadas ao tema. Aproveito para reiterar nosso compromisso com os Princípios do Pacto Global, Pacto Nacional pela Erradicação do Trabalho Escravo, Princípios de Empoderamento das Mulheres, Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça e Declaração de Compromisso no Enfrentamento à Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes. O desenvolvimento do nosso negócio só é válido com base em valores e princípios éticos e o pleno respeito pelos direitos humanos em toda a sua expressão.

Acredito que 2017 será um ano para sairmos do patamar de desconforto econômico vivido nos últimos anos. Com o apoio relevante da Eletrobras e do Ministério de Minas e Energia, nossas ações se tornam ainda mais estratégicas e assertivas, contribuindo para alcançarmos a sustentabilidade e a eficiência operacional que almejamos.

Sinval Zaidan Gama
Presidente (2017 – atual)